sexta-feira, 1 de junho de 2007

QUEREM ACABAR COMIGO! - A BIOGRAFIA QUE O REI PROCESSOU

Resenha

por Enzo Carlo Barrocco




O historiador Paulo César Araújo lançou recentemente o livro Roberto Carlos em Detalhes (Editora Planeta do Brasil, 2006, 450 páginas), que é a biografia do cantor e compositor, contando minúcias de sua vida que, inclusive, o aborreceu a ponto de processar o autor para que o livro fosse retirado de circulação. Araújo pesquisou exaustivamente e reuniu em torno de 200 entrevistas exclusivas. Análises pormenorizadas dos momentos mais importantes da vida de Roberto, desde Cachoeiro do Itapemirim, até momentos mais recentes, passando pelo início dos anos de 1960, assim como pelo Festival de San Remo, na Itália, em 1968. Roberto, entretanto, não gostou de algumas narrativas do livro, que ele denominou de invasão de privacidade. Ora, todos os acontecimentos, tanto na vida profissional quanto na vida particular do artista são de inteiro conhecimento de todos, não se sabendo, ao certo, as razões que levaram o artista a tomar essa drástica atitude. O desfecho desse tumultuado episódio aconteceu no dia 27 de abril passado no Fórum Criminal da Barra Funda, Zona Oeste da cidade de São Paulo quando o cantor Roberto Carlos, a Editora Planeta e o autor, Paulo César Araújo, chegarama um consenso sobre a obra. A editora Planeta se prontificou a recolher todos os exemplares do livro no prazo máximo de 60 dias e brecar a publicação de mais livros e entregar a Roberto os quase 11 mil livros que estavam estocados no almoxarifado da editora. Roberto, por outro lado, concordou em não receber qualquer indenização por parte dos indiciados. Entretanto, hoje com o advento de inúmeros meios de comunicação, esta biografia não está imune à pirataria mesmo porque a obra já caiu na Internet, consequentemente, sabemos todos que não há retorno. Portanto, Roberto, a meu ver, fez tempestade em copo d´água, como se diz por aí, já que todos sabemos que o proibido aguça a curiosidade. Disse o Rei em uma reportagem: “As coisas que eu vi e que tenho conhecimento me desagradam muito. Para começar, é não-autorizada. Tem coisas não verdadeiras, que ofendem a mim e a pessoas queridas. É um absurdo, uma falta de respeito lançar mão da minha história, que é um patrimônio meu. Isso me irrita, me incomoda, me entristece”, disse o artista na coletiva”. Os tais trechos polêmicos que teriam desagradado Roberto seriam os que tocam nos supostos relacionamentos dele com a atriz Sônia Braga e com a cantora Wanderléia, além da exposição de detalhes dos casamentos com Myrian Rios e Maria Rita. O Rei não ficará, de maneira alguma, livre deste incômodo, visto que a Internet está aí para não deixar que o livro se perca totalmente.


TRECHO DO LIVRO “ROBERTO CARLOS EM DETALHES”

(...)

Zunga (Roberto Carlos) e Fifinha pararam numa beirada entre a rua e a linha férrea para ver o desfile. Atrás deles, uma velha locomotiva a vapor começou a fazer a manobra para pegar o outro trilho e seguir a viagem. Uma das professoras temeu pela segurança das crianças próximas do trem e gritou para elas saírem dali. Mas, ao mesmo tempo, avançou e puxou a menina que caiu sobre a calçada. Roberto Carlos se assustou com aquele gesto brusco, recuou, tropeçou e caiu na linha férrea segundos antes de a locomotiva passar. A locomotiva avançou por cima do garoto que ficou preso embaixo do vagão, tendo sua perninha direita imprensada sob as pesadas rodas de metal.

(...)


Imagem 1: Capa do Livro Roberto Carlos em Detalhes

Imagem 2: Roberto: um "Rei" incomodado

Um comentário:

Luiz Alberto Machado disse...

Parabens pelo excelente espaço, meu amigo, apriciei tudo e estou aplaudindo.
Voltarei mais vezes e indicarei nas minhas páginas.
Abração
www.luizalbertomachado.com