sexta-feira, 31 de agosto de 2007

OUTEIRO

Enzo Carlo Barrocco



Nos confins de julho
neste sol
salobro de Caratateua
tua parda tez
perde-se no branco-cinza
da areia.

Sol e gente, sol e gente,
e teu maiô azul/suburbano
desconsertando o dia.

Nenhum comentário: