terça-feira, 8 de abril de 2008

AS JANELAS SE DÃO BEM COM AS MANHÃS

Enzo Carlo Barrocco




















As janelas se dão bem com as manhãs;
sol e vespas rodam as casas,
nenhum assombro, nenhum contratempo.
Lindos olhos ocupam a paisagem.

As claras horas seguem ofuscantes.
Risos algures enchem meus versos
de luz, de beleza, de harmonia.

Pelo que dá para ver deste ponto
há poesia no estirão da rua,
há sossego; você sabe o que quero dizer!
As janelas se dão bem com as manhãs.

Nenhum comentário: