segunda-feira, 30 de junho de 2008

A POESIA MAIOR DE MARLY DE OLIVEIRA


Marly de Oliveira
Cachoeiro do Itapemirim 1937 - Rio de Janeiro 2007
Poeta espírito-santense



PARECIA UM PÁSSARO

Parecia um pássaro, um frêmito
de folha, uma líbélula,
uma coisa evanescente
e volátil:
não era nada, um pensamento / de amor? /
que se ensaiou na sombra
e desapareceu qual rã.

Nenhum comentário: