terça-feira, 21 de outubro de 2008

NOTAS PEQUENAS: AS PERIPÉCIAS DO BENTO

Croniquetas

por Enzo Carlo Barrocco



O Papa Bento XVI, filosofando a respeito da crise financeira mundial, afirmou que “o dinheiro não vale nada, só Deus é sólido”. Para ele é facílimo falar que o dinheiro não tem importância, afinal Sua Santidade não paga água, impostos, energia elétrica, telefone, alimentação e tantas outras contas que o cidadão comum tem de saldar. A qualquer tempo e hora ele tem tudo à mão e só sai do palácio para passear, em detrimento a todas as mazelas que acontecem no mundo. A propósito, o alemão Joseph Ratzinger (Marktl am Inn 1927) autorizou a canonização do Papa Pio XII (Roma 1876 – Idem 1958), no sólio à época da 2ª Guerra Mundial que, com o poder nas mãos, não fez absolutamente nada para minimizar o sofrimento de seis milhões de pessoas dizimadas pelos nazistas nos campos de concentração.




Nenhum comentário: