quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

AMOR


Enzo Carlo Barrocco




AMOR

O amor é belo,
O sofá amarelo;
na parede São Jorge e o dragão.

A cortina barata,
calcinha e gravata;
na casa não há mais ninguém.

Mamilos túmidos,
entrefolhos úmidos;
falo e fenda entre dedos víscidos...

Nenhum comentário: