quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

PÁSSAROS DO ANOURÁ - POETRIX - 15ª TRÍADE


Enzo Carlo Barrocco



PAISAGEM DE METRÓPOLE


Chuva às manhãzinhas,

cores diversas das gentes,

carros e sombrinhas.



ARREMESSO


Aremesso a mágoa

contra a paz branca do lago;

uns círculos d´água.



OS BÊBADOS


Uns pássaros loucos

rasgam a branca madrugada

com seus gritos roucos.



Nenhum comentário: