segunda-feira, 2 de março de 2009

O DIÁRIO DOS PENSADORES - PÁGINA 36


Se os líderes lessem poesia, seriam mais sábios.

- Octávio Paz (Cidade do México 1914 – Idem 1998) poeta,

contista e ensaísta mexicano


Nossos amigos nos mostram o que podemos fazer; nossos inimigos

nos ensinam o que precisamos fazer.

- Goethe (Frankfurt 1749 – Weimar 1832) poeta, dramaturgo, ensaísta e romancista alemão


As dores do amor são tantas quanto as conchinhas da praia.

- Ovídio (Sulmona 43 a C. – Tomi, atual Constanta, Romênia 17 a C.) poeta romano


A entrada, em momento oportuno, vale por meia vitória.

- Coelho Neto (Caxias 1864 – Rio de Janeiro 1934) romancista, contista, novelista e poeta maranhense


Memória foi feita para esquecer.

- Friedrich Nietzsche (Röcken 1844 – Weimar 1900) filósofo alemão


A terra fez do homem o seu castigo.

- Pablo Neruda (Parral 1904 – Santiago 1973) poeta chileno


Enganam-se os que imaginam possível levantar uma nação rica e poderosa sobre os ombros de um povo explorado, doente, marginalizado e triste.

- Tancredo Neves (São João Del Rei 1910 – São Paulo 1985) político mineiro e ex-presidente da República


Não vemos as coisas como elas são, mas como nós somos.

- Anaïs Nin (Paris 1903 – Los Angeles, EUA 1977) novelista francesa


Costumo voltar atrás, sim. Não tenho compromisso com o erro.

- Juscelino Kubitschek (Diamantina 1902 – Em um acidente de carro em Resende, RJ 1976) político mineiro, ex-presidente da República


O que é a violência senão a razão dos desesperados.

- Jose Ortega y Gasset (Madrid 1883 – Idem 1975) filósofo e humanista espanhol


Existem coisas que só os intelectuais são loucos de acreditar.

- George Orwell (Nova Delhi 1903 – Londres 1950) romancista e ensaísta inglês nascido na Índia


Quem acende uma luz é o primeiro a beneficiar-se da claridade.

- Gilbert Keith Chesterton (Londres 1874 – Idem 1936) romancista e ensaísta inglês




Nenhum comentário: