sexta-feira, 6 de março de 2009

PEROLAS DE CARANANDUBA - CANTO Nº 06


Enzo Carlo Barrocco


E-MAIL

Este caminho nos veio
belo, claro, virtual,
a luz incondicional
da garganta do e-mail.


ROSALICE

Rosalice (moça linda
ama alguém; de mim distante,
sem reclamos, obstante,
Rosalice eu ame ainda.


SONHOS

- Qual sonho tens mais sonhado?
- Por favor, meu caro, diga!
- Nenhum, pois o que me intriga
são os que tenho acordado.


UMA TAÇA DE VENENO

Meu amor era tão pouco,
meu amor não era pleno,
uma taça de veneno
receitada por um louco.


A LUA AZUL

Eu agora, claro vejo,
no teu corpo, rubro eito,
no limbo mar do teu peito,
a lua azul do desejo.


Nenhum comentário: