terça-feira, 7 de abril de 2009

LUAS DE AJURUTEUA - CANTO N° 6


Enzo Carlo Barrocco


PEDAÇOS DE CÉU E MAR

Vem um sol se derramando
sobre meu vasto pomar,
vê-se na bela paisagem
pedaços de céu e mar.


DOSAGEM

Uma trova para ser bela
e conter eternidade,
dose algo de mentira
a uma porção de verdade.


LUA MORENA

Por trás da minha morada
surge uma lua morena
mais bela e mais deslumbrante
que a do céu de Viena.


CATÁSTROFES

De um lado grandes enchentes,
de outro seca voraz.
Destruir este planeta
o homem será capaz?


AS MARÉS DO VER-O-PESO

Em março a chuva nos traz
noites feias sem luar,
traz, também, altas marés,
inundando o Bulevar.

Nenhum comentário: