terça-feira, 6 de outubro de 2009

FLORES DE TRACUATEUA - CANTO N° 6


Enzo Carlo Barrocco



A CASA DE AZUL E URTIGA


Amigo, onde é a morada

da esperança? Diga, diga!

É naquela casa azulada

toda cercada de urtiga.



DOS MÍNIMOS BIQUINIS


Um pedacinho de pano

cobrindo o “vale encantado”,

assevero e não me engano:

deixa o sentido aguçado.



1964


Pela antiga ferrovia

a caminho de Bragança,

do trem que nela corria

restou somente a lembrança.



MOCAJUBA


Bem tranquila dividida

pela estrada do campinho,

Mocajuba tem na vida

um Caeté no caminho.



INSÔNIA


A rua iluminada,

da tua boca relembro;

segue a fria madrugada

nas longas mãos de setembro.



Um comentário:

Revista disse...

Amigos a fraude do concurso publico da nossa cidade finalmente apareceu, exite um proceso na justiça do trabalho de ananindeua onde um ex-funcionario da empresa que relisou o concurso, conta como aconteceu a fraude onde so os parentes da familia figueredo passaram na prova. parece que a audiencia ira acontecer no dia 14/12/2009