quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

CHICO MENDES NO DIÁRIO DOS PENSADORES



* Chico Mendes (Xapuri 1944 – Idem 1988), ativista político, sindicalista e líder seringueiro acreano


- Se minha morte fosse fortalecer nossa luta, até que valeria a pena. Mas a experiência nos ensina o contrário.


- Então eu quero viver. Ato público e enterro numeroso não salvarão a Amazônia.


- O dever de acertar está intimamente ligado ao direito de errar.



Nenhum comentário: