quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

JARBAS PASSARINHO NO DIÁRIO DOS PENSADORES


* Jarbas Passarinho (Xapuri 1920) militar e político acreano


- Não temo a morte, mas não vivo a provocá-la.


- No Brasil todos nós somos muito dispostos a ir para a forca, com uma condição: desde que seja com o pescoço do outro.


- Já se disse que o uso das palavras frequentemente serve mais para convencer do que para expressar a verdade.


- Aos vencedores, as batatas. Aos vencidos, as cascas.


- Creio num velho ditado chinês que diz o seguinte: todos os fatos têm três versões: a sua, a minha e a verdadeira.


- A corrupção nasceu com Adão, implementou-se com Eva e só termina quando o último homem sair da face da Terra.



Nenhum comentário: