quinta-feira, 29 de abril de 2010

O TEMPO MUDA


Enzo Carlo Barrocco






O tempo muda,

mudanças nos contornos das estradas,
os teus pés estranham
essa nova ordem.

O vento, a chuva, a neblina,
enfim, o que se possa imaginar,
mudam de rota;
os teus sentidos, evidentemente,
percebem essas alterações sutis.

Vens nesse caminho arenoso,
de repente a noite,
incontinente, desce.
Então!..
É o que estou querendo dizer!
O tempo muda!

Nenhum comentário: