segunda-feira, 29 de novembro de 2010

LUAS DE AJURUTEUA - Canto nº 08

Enzo Carlo Barrocco


FOTOGRAFIA NOTURNA
A madrugada se arrasta
deslumbrante, fria, só;
a lua se precipita
para os braços do igapó.

NOTÍCIA BIZARRA
Celina mudou de sexo,
de garça virou jacu;
botou no lugar da fenda
um pedaço de bambu.

MADRUGADA NA METRÓPOLE
A cidade nunca para,
por uma neblina envolta,
movimento, carros, gente,
os ladrões estão à solta.

LEITURA
Que satisfação me dá
ler um excelente livro!
De uma boa leitura,
amigo, eu não me privo.

ADOÇÃO
Muito carinho e amor
e atenção redobrada
precisa, até mais que um filho,
a criança adotada. 


Nenhum comentário: