sexta-feira, 21 de outubro de 2011

LUZ



Enzo Carlo Barrocco


Luz
se assombra
se alonga
no teu rosto
crepúsculo vário
divide o tempo
divulsão
depois da tarde
arde a vela
bela madrugada
luz.

Nenhum comentário: