sexta-feira, 4 de novembro de 2011

MANHÃ ENVIESADA

Enzo Carlo Barrocco

















O sol nasce oblíquo
na manhã que toma forma,
um silêncio temporário se adere à  paisagem.

a luz vaza entre as nuvens,
o céu, vagarosamente, recupera o azul
e o tempo segue seu caminho intangível. 


Nenhum comentário: