quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

MARLY DE OLIVEIRA - O POEMA E A POETA

O POEMA



ELEGIA


Teu rosto é o íntimo da hora
mais solitária e perdida,
que surge como o afastar-se
de ramos, brando, na noite.
Não choro tua partida.

Não choro tua viagem
imprevista e sem aviso.
Mas o ter chegado tarde
para o fechar-se da flor
noturna do teu sorriso.

O não saber que paisagens
enchem teus olhos de agora,
e este intervalo na vida,
esta tua larga, triste,
definitiva demora


A POETA

 
Marly de Oliveira (Cachoeiro de Itapemirim 1935 – Rio de Janeiro 2007) poeta e ensaísta capixaba, nos legou uma incontestável gama de excelentes textos literários criando uma vasta e importante obra poética, sendo 1958 o ano de sua estreia com o livro “Cerco da Primavera”. A poeta foi agraciada com o Prêmio Jabuti, em 1998, da Câmara Brasileira do Livro, com  “O Mar de Permeio”, de 1998. Marly foi casada com o poeta pernambucano João Cabral de Melo Neto.


Nenhum comentário: