quinta-feira, 6 de setembro de 2012

ROBERTO CARLOS E A MÚSICA NO JIRAU



CD: É Proibido Fumar (1964)
Intérprete: Roberto Carlos
Gravadora: CBS



Possa ser que o movimento da Jovem Guarda em nada tenha contribuído para a MPB. O que importa? A verdade é que Roberto Carlos é um ícone dentro da MPB, e isto é inegável. Campeão em vendagens de discos, parte da crítica o detestam mas tenho a impressão que Roberto não se importa nem um pouco. “É Proibido Fumar”, é um dos primeiros trabalhos do “rei”, traz música inesquecíveis  da Jovem Guarda, como por exemplo: “ É Proibido Fumar” (Roberto e Erasmo Carlos), música que dá título ao disco; "Um Leão Está Solto nas Ruas" (Rossini Pinto); "Rosinha" (Osvald Audi – Athayde Júlio); "Broto do Jacaré" (Roberto e Erasmo Carlos); "Jura-me" (Jovenil Santos); a inesquecível  "O Calhambeque" (Gwen – John Loudermilk – Erasmo Carlos); "Amapola" (Lacalle – Roberto Carlos); a gostosíssima "Louco Não Estou Mais" (Roberto e Erasmo Carlos); "Meu Grande Bem" (Helena dos Santos). São doze músicas nas quais você  entrará um Roberto Carlos até preocupado com sua voz nasalizada, o que não acontece nos discos mais recentes.


Nenhum comentário: