quarta-feira, 27 de novembro de 2013

POEMAS EM UMA QUADRA - Nº 02

Enzo Carlo Barrocco


NOS CONFINS DO MUNDO

Subitamente a manhã se desata
Nos confins do mundo;
Um estudante à beira da via
Repõe a corrente da bicicleta.

 **

OUTROS CONTORNOS

Não há conformidade
Entre o desespero e a esperança.
Não te terrifica
Amanhã, certamente, outros contornos.

 **

UM CURTA-METRAGEM DE TERROR

A tua figura
Pelos cômodos da casa.
Esse medo de confrontar teu vulto -
Escondo meu temor na sala de leitura. 


Nenhum comentário: