terça-feira, 15 de julho de 2014

LINHAS BARROQUIANAS - POEMAS DE UM VERSO SÓ- Nº 6

Enzo Carlo Barrocco





ANJOS DO APOCALIPSE

As cidades queimam sob sóis velozes

POLUIÇÃO
Rios apodrecidos; outrossim, almas necrosadas.

LUGAR –COMUM
Tudo o que começa, acaba: a dor, o amor, a dívida...

DISCRIMINAÇÃO
Nunca discrimine – os rios se doam, inteiramente, ao mar.

RETOMADA
A morte tomará todas as tuas posses.

 

Nenhum comentário: