terça-feira, 3 de março de 2015

A POESIA ALAGOANA DE ARRIETE VILELA



O POEMA...



POEMA N. 21

Hoje farejas indícios
de novas trilhas,
velas o teu coração tornado
ríspido, brumoso,
e vais às praças públicas colher
um súbito rosto.

         Hoje tenho nos olhos
         somente a dança das
         estrelas cadentes
         fazendo-se mar e poesia:
         a minha melhor
         porção diária de vida.

...E A POETA











Arriete Vilela, alagoana de Marechal Deodoro, poeta e contista, no convés da fragata desde 1949,é uma das principais vozes da literatura alagoana atual. Professora de Literatura da Universidade Federal de Alagoas, Arriete já recebeu inúmeros prêmios, tendo sido distinguida com o mérito cultural da União Brasileira de Escritores do Rio de Janeiro com a obra Lãs ao Vento. Uma escritora atuante cuja obra é estudada nos meios acadêmicos. Arriete ocupa a cadeira nº 06 da Academia Alagoana de Letras, eleita em 1996.  

 

Nenhum comentário: