segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

A LIGA DOS TROVADORES: ADELMAR TAVARES

AS TROVAS

Não sei porque, quando canto,
por mais alegre a canção,
tem uma gota de pranto
que vem do meu coração.


*

Oh lindos olhos magoados,
de tanta melancolia...
- Da tristeza desses olhos
é que vem minha alegria.


*

Vou vivendo a minha vida,
como Deus quer e consente.
- Sou como a folha caída,
levada pela corrente.



O TROVADOR



Adelmar Tavares da Silva Cavalcanti (Recife 1911 – Rio de Janeiro 1963) poeta, educador e jurista pernambucano, foi um dos maiores trovadores brasileiros, e tinha nesse estilo poético um dos seus grandes méritos. O poeta pertenceu à Academia Brasileira de Letras, ocupando a cadeira nº 11, tendo sido empossado em 1926. Quando foi chamado ao céu dos trovadores, Adelmar contava 75 anos. 



 

Nenhum comentário: