sexta-feira, 4 de março de 2016

JOSEPH PULITZER NA SEARA DOS NOTÁVEIS




Joseph Pulitzer (Mako 1847 – Charleston 1911) jornalista americano nascido na Hungria, antes de emigrar para os Estados Unidos, para se alistar no exército da União durante a Guerra da Secessão, estudou em Budapeste. Em julho de 1865, deu baixa e seguiu para Saint Louis, no Estado do Missouri, tornando-se repórter de um jornal de língua alemã. Pulitzer se formou em direito em 1867 e em 1869 se elegeu deputado estadual, onde três anos mais tarde ajudou a fundar o Partido Republicano Liberal do Missouri. Em 1871 comprou parte de um jornal que revendeu logo após o que lhe rendeu grande lucro. Em 1878 comprou em leilão o St. Louis Dispatch, que estava quase decretando falência, fundindo-o com o St. Louis Post dominando por completo o campo de jornais vespertino da cidade. Em 1880 tornou-se o único dono do jornal Post-Dispatch e alguns anos depois comprou outro jornal chamado New York World  por 346 mil dólares. Sob sua responsabilidade o jornal cresceu estupidamente em circulação e propriedade apesar da pesada concorrência de outros jornais da época. Todavia, Pulitzer ficou cego nos últimos anos de vida, mesmo assim continuou a manter contato com os seus jornais até a sua morte. Sabendo da importância da imprensa na vida da sociedade, doou parte de sua vasta fortuna à Escola de Jornalismo da Universidade de Columbia, inaugurada em 1922. Mandou instituir no seu testamento os famosos prêmios Pulitzer que são distribuídos anualmente a autores de obras de ficção, teatro, história, poesia, música e aos trabalhos jornalísticos de interesse geral publicados nos Estados Unidos.

Nenhum comentário: