quarta-feira, 4 de novembro de 2015

CLÁUDIO PTOLOMEU NA SEARA DOS NOTÁVEIS

por Enzo Carlo Barrocco




Claudius Ptolomaeus (Ptolemaida Hérmia 90 – Canopo 168) astrônomo, geógrafo e matemático grego, cuja obra principal é o “Almagesto”, onde defendia a tese do Geocentrismo, pertenceu à famosa Escola de Alexandria. O Geocentrismo era a teoria que colocava a Terra no centro do universo. Favorável ao obscurantismo religioso da idade Média o sistema foi amplamente defendido pela Igreja Católica, o que lhe garantiu uma sobrevivência por mais de 14 séculos. Galileu Galilei, no entanto, estudando o sistema heliocêntrico de Nicolau Copérnico provou o equívoco da teoria de Ptolomeu, fazendo com que a Igreja, algum tempo depois, revisse seu conceito quanto ao Geocentrismo. Na área da matemática Ptolomeu destacou-se por suas contribuições à trigonometria que lhe permitiram fazer da astronomia uma disciplina matemática e catalogar 1.022 estrelas. Em seu trabalho “Introdução à Geografia”, foi o primeiro a usar os termos ‘paralelo’ e ‘meridiano’. Embora o equívoco quanto a posição da Terra no sistema solar e no universo, que perdurou por quase 1500 anos, Claudio Ptolomeu foi um dos maiores sábios da antiguidade e que com equipamentos mais precisos, jamais imaginados no Século II, certamente, teria acertado na posição do nosso planeta.  O minucioso trabalho de catalogar mais de mil estrelas há vinte séculos é a prova contundente da genialidade de Ptolomeu.

Nenhum comentário: