segunda-feira, 7 de novembro de 2011

POR UMA LUZ ACESA

Enzo Carlo Barrocco




Acendeu a luz do quarto,
eu, que já queria dormir,
achei aquilo um desprósito.
Falei alguma
coisa que hoje nao lembro.

Porque já era tarde
e segunda-feira apontava
não levei o assunto à frente.
Pela manhã
ainda dormia quando saí.
Nunca mais voltei.

Nenhum comentário: