segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

FLORES DE TRACUATEUA - CANTO Nº 11



Enzo Carlo Barrocco


ANUNCIAÇÃO

Um anjo acordou Maria,
a noite se encheu de luz;
o mensageiro anuncia
a chegada de Jesus.


A VITÓRIA VEM COM LUTA

O sol pra nascer não tarda,
logo, logo vem a aurora.
À luta! Não te acovarda,
esse momento é agora.

CELINA, A DECIDIDA

Celina Liz se insinua
quando me vê. Sendo assim:
não demora, toda nua,
deitará por sobre mim.


O PACIENTE

Lá fora a vida pulula
ao forte sol matinal,
enquanto estou preso à bula
e ao leito de um hospital.


A GUEIXA DE DIADEMA                                               

A minha frente Otamiko
despindo a roupa todinha;
seu corpo olhando fico,
que bela japonesinha.


Nenhum comentário: