sexta-feira, 16 de março de 2012

ADÃO VENTURA: UM POETA DE RAÇA



EU, PÁSSARO PRETO

eu,
pássaro preto,
cicatrizo
queimaduras de ferro em brasa,
fecho o corpo de escravo fugido
e
monto guarda
na porta dos quilombos.


 

ADÃO VENTURA
 Poeta Mineiro
 *  Santo Antônio do Itambé 1946
 + Belo Horizonte, 2004

Nenhum comentário: