terça-feira, 14 de julho de 2015

A LUZ ABSTRATA

Enzo Carlo Barrocco





















A luz se espalha abstrata
nas águas que vão embora
mas sei que não está na hora
não é disso que se trata.

O verso estão se converge
a um estágio distinto
porém, agora pressinto
que algo ruim o persegue.

Surge à margem do caminho
um sol de final de dia,
na paisagem tão prosaica

uma certa melancolia,
não perco a fé que carrego,
é ela a minha alegria.


Nenhum comentário: