quarta-feira, 1 de outubro de 2008

O DIÁRIO DOS PENSADORES - PÁGINA N° 31

Alguns dizem que o trabalho duro nunca matou ninguém, porém eu

digo: por que arriscar?

- Ronald Reagan (Tampico 1911 - Los Angeles 2004) ator, político

e ex-presidente americano


A música não faz a revolução. Nosso poder é o de encantar, alegrar e, em determinados momentos, formar. Podemos fazer política sem sermos políticos. Mas não somos donos do país, somos regidos por rum sistema, de acordo com ele ou não.

- Luís Gonzaga do Nascimento Júnior, O Gonzaguinha (Rio de Janeiro 1945 – Em um acidente automobilístico em Curitiba, PR 1992) cantor e compositor fluminense


Através do tempo o lucro impiedoso cresceu e campeou. É ele que faz as calamidades e as guerras, porque a ambição ilícita é que a gera a ferocidade da espoliação e da conquista.

- Afrânio Peixoto (Lençóis 1867 – Rio de Janeiro 1947) romancista, crítico e historiador literário baiano


Ninguém pode ser sábio com o estômago vazio.

- George Eliot (Chilvers Coton 1819 – Londres 1880) novelista e romancista inglesa


Tolerância é paciência concentrada.

- Thomas Carlyle (Ecclefechan 1795 – Londres 1881) historiador, jornalista e filósofo escocês


Amor: pertence a quem nele pensa.

- Marcel Achard (Sainte-Foy-lès-Lyon 1899 – Paris 1974) ensaísta e dramaturgo francês


Não se cria nada com um texto que se compreende com excessiva exatidão.

- Miguel de Unamuno (Bilbao 1864 – Salamanca 1936) ensaísta, romancista, poeta e filósofo espanhol


Carro e mulher são bons para quem tem dois.

- Sérgio Porto, o Stanlislaw Ponte Preta (Rio de Janeiro 1923 – Idem 1968) cronista e humorista fluminense


Escolha sempre o caminho que pareça o melhor, mesmo que seja o mais difícil; o hábito brevemente o tornará fácil e agradável.

- Pitágoras (Samos 582 – Metaponto 500 a C.) filósofo grego


Buscando o bem de nossos semelhantes, encontramos o nosso.

- Platão (Atenas 429 – Idem 347 a C.) filósofo grego


Nenhum comentário: