quinta-feira, 22 de outubro de 2009

A POESIA PAULISTA DE ADEMIR ASSUNÇÃO


O POEMA


Londrix 79

velha lamparina
vela a chuva na janela à toa
entrelábios flora rara trança loura
belamiga rindo
rindo rindo rindo me desfolha
lingerie despida breve brisa sei minha face crispa
e doura



O POETA



Ademir Assunção, paulista de Araraquara, poeta, compositor e jornalista, no convés da fragata desde 1961, é um entusiasta militante do jornalismo e ativista cultural incansável. Participou de várias antologias poéticas no Brasil e no exterior. Como letristas Ademir tem parcerias gravadas com Itamar Assunção, Edvaldo Santana e Madan. Atualmente o poeta é um dos editores da Revista Coyote.


Nenhum comentário: