terça-feira, 16 de março de 2010

LIBÉLULAS RUBRAS - 15ª TRÍADE


Enzo Carlo Barrocco



A LUA ENTRE OS PRÉDIOS

Uma lua imensa,
amarela, brilhante
aparece entre os vãos
dos prédios altos. Um poema
suspenso no céu.
Na pressa quem há de notá-la.


GARCISE

Garcise vaga nos confins
do sistema,
velocíssimo e destrutivo.
O monstro rochoso é uma Ilha Kishi
em rota de colisão com este mundo
a setenta e cinco mil quilômetros por hora.


PRAGA

A violência grassa em todos
os setores, em todas as classes,
a violência pura e gratuita,
a violência oriunda das desigualdades.
Felizes os que estão livres
dessa praga social.


Nenhum comentário: