terça-feira, 20 de maio de 2014

LIBÉLULAS RUBRAS - 20ª TRÍADE



MUDANÇA

Tudo muda.
Até a minha rua
reta, geométrica, inflexível
muda conforme os dias,
sutilmente
Ante as pegadas do tempo.


ENCHENTES

A chuva trouxe um poema.
Hoje?
Infelizmente, não!
Apenas lixo, sujeira, enchente.
A paisagem enfarruscada
desmantelando a manhã


A LUZ INACABÁVEL

Seria  uma chama que se acendesse
nos confins da memória.
O início do teu universo,
teus eclipses,
teus dias claros;
tua alma é uma luz inacabável.


Nenhum comentário: