segunda-feira, 25 de junho de 2007

CIDADE VELHA


Enzo Carlo Barrocco










Há nestas
ruas o cheiro cabano
entranhado nos velhos casarões
e nas torres seculares da Sé.
Ainda ecoam
os estampidos dos arcabuzes
e o lábio do caboclo gretado de sede e sol.
Ainda se levanta e poeira
das lutas
nos ventos antigos
e nas botas rotas
das tropas esfrangalhadas.

Angelim, Angelim
em cada uma dessas esquinas
teu suor ainda verte.






Nenhum comentário: