quinta-feira, 3 de janeiro de 2008

O DIÁRIO DOS PENSADORES - PÁGINA 17

Os livros são os patrimônios de uma nação.
- Nélida Pinón (Rio de Janeiro 1935) romancista e contista fluminense

Não fazer nada é o trabalho mais cansativo do mundo, pois você não pode se demitir e descansar.
- Thomas Paine (Thetfort 1773 – Nova York 1809) político, filósofo, matemático, físico, teólogo e ensaísta inglês

Ninguém pode contestar que o artista nasce com os dons superiores que o tempo e o trabalho farão maiores.
- Roquette-Pinto (Rio de Janeiro 1884 – Idem 1954) antropólogo e educador fluminense

A consciência não é nada mais do que outras pessoas dentro de você.
- Luigi Pirandello (Agrigento 1867 – Roma 1936) dramaturgo italiano

A vida é como uma sala de espetáculos: entra-se, vê-se e sai-se.
- Pitágoras (Samos 582 – Metaponto 500 a C.) filósofo grego

Assim como existem misantropos que têm aversão à sociedade, existem os misológicos que tem ódio ao raciocínio.
- Platão (Atenas 429 – Idem 347 a. C.) filósofo grego

Um homem nunca deve sentir vergonha de admitir que errou, o que é apenas dizer, noutros termos, que hoje é mais inteligente do que era ontem.
- Alexander Pope (Londres 1688 – Idem 1744) poeta inglês

Não há patíbulos nem verdugos para os milionários.
- Honoré de Balzac (Tours 1799 – Paris 1850) romancista francês

Os quarenta anos são a idade na qual finalmente a gente se sente jovem. Mas é tarde demais.
- Pablo Picasso (Málaga 1881 – Mougins, França 1973) pintor e escultor espanhol

O amor. O que é seu, é meu. E tudo que é meu, é seu.
- Plautus (Úmbria 254 - Roma 184 a. C.) dramaturgo romano

O dia mais longo acabou cedo.
- Plínio, o Moço (Comum 61 – Bitínia 114) historiador romano

Palavras, com freqüência, são as cortinas do pensamento.
- Plutarco (Queronéia 46 – Idem 120) historiador grego

Nenhum comentário: